quinta-feira, 23 de maio de 2013

Mensageiros de Deus


O doutor Marshall Strome, da Clínica Cleveland, em Ohio, tinha um
sonho. Ele observara como a voz era importante para as pessoas.

Teve um paciente de pouco mais de 40 anos que tivera a sua laringe
cancerosa removida com sucesso. Agora, ele teria muitos anos de vida
pela frente.

Duas semanas depois, porém, o paciente, que jamais demonstrara sinais
de desequilíbrio ou problemas psicológicos anteriores, se suicidou.

Dr. Marshall conhecia a história de muitos pacientes que relutavam em
ter a laringe cancerosa retirada, mesmo sabendo que a cirurgia poderia
lhes salvar a vida.

Foi aos 57 anos que Dr. Marshall conheceu Tim Heidler que, anos antes,
aos 21 anos, tivera a laringe esmagada em um acidente.

Ele se dirigia para o trabalho e, tomando um atalho, por se encontrar
atrasado, sofreu um acidente com um cabo de aço atravessado de um lado
a outro de uma trilha. Seu sonho então era ser bombeiro em tempo
integral.

Devoto, cantava no coro da igreja todos os domingos. Dois anos de
hospital lhe afirmaram que jamais ele voltaria a usar a voz. Durante
quase um ano ele ficou sem poder ingerir alimentos sólidos.

Dezenove anos depois, recuperado, com saúde, ele continuava pedindo a
Deus que lhe permitisse ser curado ou morrer.

A vida se desmoronara após o trágico acontecimento. Separara-se da
esposa e se tornara um homem triste.

Dr. Marshall era a sua esperança. Ele lhe apontava a possibilidade de
ter sua voz restituída, após um transplante. Porém, com riscos muito
graves.

Ele poderia morrer na cirurgia. A laringe nova estaria sujeita a não
funcionar e ele perderia outra vez a capacidade de engolir.

Valeria a pena arriscar a vida para ter de volta a sua voz?

Olhe bem dentro de você, lhe disse uma enfermeira. A decisão tem de ser sua.

Tim resolveu se submeter ao transplante. O doador era um homem de 41
anos, que morrera em consequência de um aneurisma cerebral.

Três dias depois da cirurgia, após um exame nas cordas vocais, numa
voz baixa e áspera, Tim pronunciou a palavra: Olá.

Seus olhos se encheram de lágrimas. Depois de quase vinte anos, era a
primeira vez que ele pronunciava uma palavra, sem a laringe
eletrônica.

O médico também se emocionou. Ambos tinham empreendido uma batalha
feroz e haviam saído vencedores.

Sua voz não era a de antigamente, nem a do doador. Era uma voz totalmente nova.

Tim Heidler voltou a cantar na igreja da sua Congregação e se tornou
um palestrante, no intuito de levar ao mundo a sua história,
acreditando que ela possa ajudar a salvar algumas vidas.

*   *   *

Mensageiro de Deus é todo aquele que se transforma em fonte segura e
arrimo dos seus irmãos.

Desta forma, médicos dedicados que se debruçam sobre os livros e
aprimoram técnicas cirúrgicas, para proporcionar uma melhor qualidade
de vida aos homens, são a prova do amor de Deus a Suas criaturas.

São credores da nossa gratidão e das nossas preces, para que não
percam o ânimo e continuem suas pesquisas, objetivando diminuir a dor
de tantos enfermos e devolver esperança a criaturas desiludidas.



Redação do Momento Espírita, com base no artigo Eu quero
recuperar minha voz!, publicado em Seleções
 Reader´s Digest, de abril de 1999.
Em 18.10.2010.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

A apresentação está falhando?

Entre no "www.gmail.com" e feche o usuário aberto.

Divulgue este blog (cartão virtual)

Divulgue este blog (cartão virtual)
Clique com o botão direito do mouse, copie a imagem, cole em uma nova mensagem e envie para seus colegas! caso falhe, procure salvar a imagem e depois enviar como anexo.