quarta-feira, 17 de julho de 2019

O livro caindo n´alma


Oh! Bendito o que semeia
Livros... Livros à mão cheia...
E manda o povo pensar!

O livro caindo n´alma
É germe – que faz a palma,
É chuva – que faz o mar.
*   *   *
Como anda nossa leitura?
O que andamos lendo? Que conteúdos permitimos que adentrem a casa nobre de nossa alma?
É de entendimento geral que ainda lemos pouco em nosso país, porém, o mais grave não está na quantidade, mas sim na qualidade de nossa leitura.
De nada adianta estarmos lendo um, dois, três livros por mês, mas de conteúdos fracos, apelativos e tolos. Livros que não nos fazem pensar, refletir sobre questões importantes do existir.
Vemos pessoas colocando como meta de ano novo ler mais. É louvável, porém, vale o cuidado com o que estamos lendo.
Da mesma forma que devemos cuidar dos alimentos que ingerimos, procurando qualidade nos ingredientes e uma nutrição adequada, devemos cuidar dos alimentos da mente.
E a leitura é um deles.
Não basta ler muito. Faz-se necessário ler bem.
A leitura não pode ser mera distração, mero passatempo.
Tudo que lemos precisa ter uma finalidade importante para nós, seja na área profissional, familiar ou pessoal.
Culto não é aquele que lê muito, mas aquele que sabe o que ler, que conhece as boas obras, que as estuda em profundidade, que é capaz de as interpretar, de descobrir o sentido profundo das palavras.
Uma poesia não é apenas um jogo de rimas. Vejamos a beleza do pequeno trecho de Castro Alves:
O livro caindo n´alma
É germe – que faz a palma,
É chuva – que faz o mar.
Os bons livros deixam algo em nós, deixam sementes, deixam referências, vocabulário, história...
As obras da moda apenas satisfazem nossa vã curiosidade, nada mais. Puro entretenimento.
Os clássicos marcam uma época, fazem-nos viajar por terras que nunca visitamos, conhecendo personagens que só existem ali, nas linhas e nas ideias daquele autor.
Procuremos bons livros. Procuremos bons autores.
Não nos enganemos pelas capas, pelos apelos de propaganda, ou mesmo pela forma com que foram escritos.
Existem autores de todos os níveis tanto no mundo físico, como no mundo espiritual. Assim, não bastará que uma obra venha assinada por determinado Espírito, para que sua boa qualidade esteja garantida.
A boa leitura é uma higiene mental.
Pelo menos uma vez ao dia, nos presenteemos com palavras de estímulo, de encorajamento e motivação.
Ao nos prepararmos para dormir, ou no início da manhã, leiamos uma página, uma breve mensagem que nos inundará de paz e tranquilidade para que possamos enfrentar os desafios da vida com melhores recursos.
Nossos pensamentos quase sempre estão em frequências negativas, pessimistas, rancorosas e materialistas.
Quando lemos com atenção uma página elevada, nossa alma se renova; uma brisa nova percorre todo nosso Espírito, nos convidando a melhorar, a suportar, a seguir adiante.
Precisamos ler mais... E ler melhor...

Redação do Momento Espírita, com transcrição de trecho
do poema 
O livro e a América!, de Castro Alves, do livro Poetas românticos brasileiros, v. 1, ed. Lumen.
Em 3.3.2015.




A apresentação está falhando?

Entre no "www.gmail.com" e feche o usuário aberto.

Divulgue este blogue (cartão virtual)

Divulgue este blogue (cartão virtual)
Clique com o botão direito do mouse, copie a imagem, cole em uma nova mensagem e envie para seus colegas! caso falhe, procure salvar a imagem e depois enviar como anexo.