segunda-feira, 22 de junho de 2015

Valorizando a vida


Se hoje você pudesse fazer um único pedido, o que você faria? Se um gênio da lâmpada lhe aparecesse como por milagre, o que você pediria?
Muitos, nessa fantasia, imaginam pedir largas somas em dinheiro. Outros, a passar temporadas infindas de férias em algum lugar paradisíaco. Outros mais desejariam largos períodos de tempo para satisfazer sensações e paixões.
Porém, se perguntássemos para um tetraplégico qual seria seu maior desejo ou para um cego, o que responderiam? Para o portador de uma doença incurável, qual seria seu pedido?
A resposta parece clara, em qualquer desses casos. Eles desejariam milagres de que nós, que não estamos nessas situações, somos portadores.
Por vezes desejamos coisas sem sentido ou infantilidades, esquecendo que somos presenteados com milagres da vida todos os dias.
Desejamos ter olhos mais expressivos, ou de outra cor, outro formato... E alguns apenas desejariam enxergar.
Desejamos ter um corpo mais magro, mais atlético, um corpo de formas mais harmoniosas. E alguns... apenas um corpo com saúde.
Tantos reclamam desejando serem mais altos, terem pernas mais proporcionais. Outros reclamam dos pés que julgam feios. E alguns... apenas desejariam andar.
São tantos a reclamar da voz estridente de alguém, do barulho da rua, do choro da criança que mora ao lado. E alguns... apenas desejariam escutar.
Diariamente o milagre da vida e suas riquezas oferecem-nos presentes, pois nos dão a oportunidade de presenciar e vivenciar a grandiosidade das coisas de Deus.
São inúmeros os milagres que nos sucedem e que poucas vezes nos damos conta. Afinal, qual foi a última vez que lembramos de agradecer a Deus pela saúde?
Quando nos lembramos de agradecer ao Pai pela família, pelos amigos, por termos a quem amar e por sermos amados?
Qual foi a última vez que agradecemos pelo corpo que dispomos, pelas condições em que vivemos, pelas oportunidades que a vida nos oferece?
Sempre que formos imaginar a necessidade de um grande gênio da lâmpada a surgir na nossa frente a fim de fazer algum milagre que desejamos, é necessário lembrar que estamos cercados de milagres da vida.
Um dia, nosso corpo se iniciou com apenas uma célula, e hoje são trilhões delas a nos oferecer a imensa oportunidade da experiência terrena, do aprendizado, do ressarcimento de nossas economias morais perante a Lei de Deus.
Isso já é suficiente para termos o coração pleno de gratidão.
E, se por acaso, um dia, um gênio da lâmpada nos perguntar qual o nosso pedido, que possamos ter a alegria de responder que nada temos a pedir, somente a agradecer, frente a tudo que a vida nos ofereceu até o dia de hoje.

Redação do Momento Espírita.
Em 09.07.2010.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

A apresentação está falhando?

Entre no "www.gmail.com" e feche o usuário aberto.

Divulgue este blog (cartão virtual)

Divulgue este blog (cartão virtual)
Clique com o botão direito do mouse, copie a imagem, cole em uma nova mensagem e envie para seus colegas! caso falhe, procure salvar a imagem e depois enviar como anexo.