terça-feira, 19 de março de 2013

Maneiras de ver as coisas


Conta-se que uma indústria de calçados do Brasil desenvolveu um
projeto de exportação de sapatos para a Índia e, em seguida, mandou
dois de seus consultores a pontos diferentes daquele país para fazer
as primeiras observações do potencial daquele futuro mercado.

Após alguns dias de pesquisas, um dos consultores enviou o seguinte
fax para a direção da indústria:

Senhores, cancelem o projeto de exportação de sapatos para a Índia.
Aqui ninguém usa sapatos.

Sem saber desse fax, alguns dias depois o segundo consultor mandou o
seu parecer:

Senhores, tripliquem a quantidade de sapatos do projeto de exportação
para a Índia, pois aqui ninguém usa sapatos, ainda.

A mesma situação era um tremendo obstáculo para um dos consultores e
uma fantástica oportunidade para o outro.

Da mesma forma, tudo na vida pode ser visto com enfoques e maneiras diferentes.

A sabedoria popular traduz essa situação com a seguinte frase:

Os tristes acham que o vento geme. Os alegres e cheios de espírito
afirmam que ele canta.

Os derrotistas falam da crise como se o mundo fosse acabar por causa
dela, mas os otimistas e empreendedores dizem o seguinte:

Bendita crise que sacode o mundo e a minha vida.

Bendita crise que está reciclando tudo.

Bendita crise que faz o mundo se reestruturar.

Bendita crise que traz a transformação.

Bendita crise que traz a evolução e o progresso.

Bendita crise que traz novos desafios.

Bendita crise que me tira a ilusão de permanência.

Bendita crise que me tira do marasmo.

Bendita crise que me ensina o que é verdadeiramente importante.

Bendita crise que me revela minha própria sabedoria.

Bendita crise que dissolve meus apegos.

Bendita crise que amplia minha visão.

Bendita crise que me faz humilde.

Bendita crise que me faz voltar a ter fé.

Bendita crise que me faz dar mais importância à vida.

Bendita crise que abre meu coração.

Bendita crise que me mostra a luz.

Bendita crise que me mostra outras oportunidades.

Bendita crise que me traz de volta a confiança.

Bendita crise que me traz de volta à minha essência.

Bendita crise que me desperta o amor pela Humanidade.

Bendita crise que é o ponto de mutação.

Bendita crise que me abre novos horizontes...

*   *   *

E você, como tem encarado as situações difíceis ou as crises?

Lembre-se que da sua maneira de ver as dificuldades dependerá a
resolução ou o seu agravamento.

*   *   *

O mundo é como um espelho que devolve a cada pessoa o reflexo dos seus
próprios pensamentos e atos.

A maneira como você encara a vida é que vai fazer a diferença.

Pense nisso!



Redação do Momento Espírita, com base em pensamentos de autoria ignorada.
Em 15.10.2010.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

A apresentação está falhando?

Entre no "www.gmail.com" e feche o usuário aberto.

Divulgue este blog (cartão virtual)

Divulgue este blog (cartão virtual)
Clique com o botão direito do mouse, copie a imagem, cole em uma nova mensagem e envie para seus colegas! caso falhe, procure salvar a imagem e depois enviar como anexo.