quarta-feira, 19 de abril de 2017

Conectados ou isolados?


Nossa vida na Terra foi presenteada, nestas últimas décadas, com tecnologias de alto padrão e funcionalidade. As distâncias deixaram de existir graças à comunicação virtual que nos faz interagir no mundo em que vivemos.
Todos podemos nos conectar e ter sempre atualizadas notícias de amigos e familiares, em pormenores.
Até mesmo os pequeninos se realizam e produzem maravilhas com um aparelhinho nas mãos, considerando a desenvoltura com que lidam com eles.
Porém, quando o abuso se faz, nota-se que, embora a tecnologia virtual esteja aproximando os distantes, ficamos distanciados dos mais próximos.
Quem relata o fato é dona Margarida, mãe de três filhos, avó de duas lindas crianças e cinco adolescentes que vivem equipados com modernos aparelhos, de recursos variados.
A maior alegria dessa mãe e avó é tê-los junto a si aos domingos para o tradicional almoço em família, e poder saborear a festa de suas companhias.
No entanto, diz ela, não consegue dez minutos sequer de diálogo com eles sem que seja interrompida por um som característico, que lhe tira de imediato a parceria sonhada.
Certa feita, fez uma decoração diferente na casa para comemorar um dia festivo e chamar a atenção dos netos para algum detalhe especial, mas não conseguiu.
Colocara na sala um painel metálico com fotos de todos os familiares, em momentos importantes de suas vidas, e pequenos papéis contendo frases carinhosas junto de cada foto.
Ninguém se deu conta da novidade criada pela mãe e avó, pois que os joguinhos virtuais, os zaps dos amiguinhos, as redes sociais não permitiram.
Antes de servir o almoço, dona Margarida chamou-lhes a atenção para o fato. Todos se surpreenderam, pois o painel estava na sala em que se encontravam.
De imediato, se levantaram: Nossa, vovó, como é que não percebemos? Eu estava tão pertinho e nem tinha visto. Olhem: que papéis são aqueles?
Só então se dirigiram ao painel, e começaram a ler as pequenas mensagens da avó.
Os menores ficaram felizes, os maiores, emocionados, os pais nem sabiam o que dizer, pois que também eles não haviam percebido a doce surpresa.
Dona Margarida, aproveitando a oportunidade falou aos seus amores:
Meus filhos e netos queridos, fico feliz que todos vocês estejam atualizados com essa aparelhagem maravilhosa e útil.
Mas não posso deixar passar este momento sem lhes falar que tudo em nossas vidas deve ser sabiamente gerenciado.
Temos que dividir o nosso tempo, dando tempo para tudo o que realmente importa.
Se de vez em quando vocês pararem de olhar unicamente para o celular, verão que a vida existe abundante além dessa tela.
Poderão perceber as árvores floridas, o céu azul e os pássaros que voam em bandos.
Poderão até mesmo perceber o carinho de um diálogo gostoso de uma mãe e avó que os espera durante toda a semana para tê-los junto a si por algumas horas...
*   *   *
Pensemos nisso: como temos usado nossos modernos aparelhos?
Redação do Momento Espírita
Em 18.5.2015.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

A apresentação está falhando?

Entre no "www.gmail.com" e feche o usuário aberto.

Divulgue este blog (cartão virtual)

Divulgue este blog (cartão virtual)
Clique com o botão direito do mouse, copie a imagem, cole em uma nova mensagem e envie para seus colegas! caso falhe, procure salvar a imagem e depois enviar como anexo.