terça-feira, 24 de setembro de 2013

Um novo casamento


Quando se encontram casais que estão juntos há anos, a primeira pergunta que surge é:Como vocês conseguem?
Na verdade, do jeito que as coisas andam, em que os casais se separam com a mesma rapidez com que se unem, é um pouco intrigante se encontrar esses que permanecem juntos, ano após ano.
Um homem teve a oportunidade de escrever a respeito, detalhando a sua experiência de homem casado, há 30 anos, com a mesma mulher.
Diz ele que o segredo do casamento não é a harmonia eterna.
Existem os desentendimentos, as rusgas. A solução é ponderar, se acalmar e partir de novo com a mesma mulher.
O segredo, diz ainda, é renovar o casamento e não procurar um casamento novo.
Isso exige alguns cuidados, esquecidos no dia-a-dia do casal.
De tempos a tempos é preciso voltar a namorar, a cortejar.
Fazer uma nova lua-de-mel, sem os filhos para exigirem atenção.
Olhar para o outro como um pretendente em potencial. Sair para dançar, para olhar a lua e as estrelas.
O que acontece quando a pessoa se divorcia e casa de novo?
O mundo muda, o marido muda, o bairro, os amigos. Tudo muda.
Então, não é preciso se divorciar. Basta mudar. Convenhamos que ninguém aguenta a mesma mulher, o mesmo marido por 30 anos, com a mesma roupa, o mesmo batom, o mesmo papo.
Bastam alguns detalhes para tudo ficar diferente. Troque os móveis da casa. Se não puder comprar novos, então troque os antigos de lugar.
Redecore a sua casa. Modifique o ambiente. Plante flores diferentes no jardim.
Troque o guarda-roupa, o corte de cabelo, a cor do batom, a maquiagem.
Quem se divorcia, normalmente perde peso, em pouco tempo. Verifique se você está acima do peso e decida-se a perder o excesso.
Renove-se. Encante o outro, de novo. Reconquiste-o.
Não mantenha somente os mesmos amigos. Conquiste outros. Permita-se conhecer novas pessoas.
Saiam com outros casais. Mas também a sós. Reaprendam o prazer de conversar, de sussurrar segredos um no ouvido do outro.
De rir de pequenas tolices. De tomar sorvete na mesma taça. Partilhar uma pizza. Lambuzarem-se comendo uma fruta da estação.
Não realize sempre os mesmos programas, toda quarta, todo domingo. Inove. Surpreenda.
Todo cônjuge precisa evoluir, estudar, aprimorar-se, interessar-se por coisas que jamais teria pensado fazer no início do casamento.
No trabalho, para crescer profissionalmente, se faz isso. Por que não no casamento, na própria família?
Tudo isso quer dizer: descubra o novo homem ou a nova mulher que vive ao seu lado.
Em vez de sair por aí, tentando descobrir um novo e interessante par, olhe para o lado e case de novo... com o mesmo cônjuge.
*   *   *
A melhor estratégia para o casamento não é manter uma relação estável, sempre igual, mas saber mudar junto.
É aprender a importante lição de como crescer e evoluir unidos, apesar das desavenças, dos pequenos desacertos.
Tenha certeza de que seus filhos respeitarão sua decisão de se casar de novo... com o mesmo par.
Redação do Momento Espírita com base na crônica 
Segredos para um bom casamento-relacionamento, de 
autoria de Stephen Kanitz, administrador por Harvard, 
publicado na Revista Veja, de 14 de setembro de 2005.
Em 07.06.2010.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

A apresentação está falhando?

Entre no "www.gmail.com" e feche o usuário aberto.

Divulgue este blog (cartão virtual)

Divulgue este blog (cartão virtual)
Clique com o botão direito do mouse, copie a imagem, cole em uma nova mensagem e envie para seus colegas! caso falhe, procure salvar a imagem e depois enviar como anexo.